Brasil perde mais uma e só cumprirá tabela no Mundial de handebol feminino

Seleção brasileira no Mundial de Handebol no Japão - Foto: CBHb/Divulgação
Seleção brasileira no Mundial de Handebol no Japão - Foto: CBHb/Divulgação

O Brasil perdeu a terceira partida no Mundial Feminino de Handebol, desta vez para a Dinamarca, por 24 a 18, e não tem mais chance de se classificar para a fase seguinte da competição que acontece em Kumamoto, no Japão. A Seleção jogou na manhã desta quarta-feira (4) no Ginásio Geral da Cidade de Yamaga e só tem mais um jogo pelo grupo B, contra a Austrália, na sexta-feira (6), às 3h (de Brasília). Em quatro jogos, a equipe nacional teve três derrotas e um empate.

Se ganhar encerra a fase na quinta colocação, com 3 pontos e disputa do 17º ao 20º lugar. A competição vai até o dia 15. “Fizemos um bom jogo, com dificuldades em alguns momentos. Nos últimos cinco minutos elas abriram o placar, tentamos retomar, mas foi impossível. Estou orgulhoso do meu time porque lutaram muito no jogo. Lutaram como guerreiras”, disse o técnico do Brasil Jorge Dueñas.

“Foi um grande jogo, muito difícil. Sabemos da qualidade do nosso time e também da Dinamarca. É claro que estamos desapontadas por ter perdido. Precisamos entender que tivemos momentos cruciais dentro do jogo e os cinco minutos finais nos custaram muito. Estou orgulhosa de nosso time, acho que tivemos um bom desenvolvimento, crescemos e esperamos voltar melhores”, concluiu a ponta Mariana Costa.

Daniel Gordo faz primeira convocação para Seleção Masculina

A primeira convocação do novo técnico da Seleção Masculina, o espanhol Daniel Gordo, foi divulgada na manhã desta quarta-feira (4). A lista traz nomes conhecidos e que foram a base da última convocação, em outubro.  “A ideia é ver os jogadores nesta primeira etapa, conhecer os que atuam no Brasil e preparar a equipe para o torneio de janeiro”, disse Gordo. O torneio a que ele se refere é o Campeonato Sul-Centro Americano, que deve acontecer entre os dias 20 e 26 de janeiro em Maringá (PR), e é classificatório para o Mundial de 2021, no Egito.

Daniel Gordo Ríos, de 38 anos, é atualmente técnico do Club Balonmano Nava, que disputa a Liga Asobal, na Espanha, e tem experiência com atletas de base. “É um passo muito importante na minha carreira. Sou grato à Confederação Brasileira por confiar em mim e ao meu clube por me permitir viver essa experiência internacional e sonhar com a possibilidade de jogar os Jogos Olímpicos”, disse o espanhol.

O Brasil, aliás, precisa torcer para o Egito vencer o Campeonato Africano em janeiro para que uma vaga se abra para a Seleção disputar o Pré-Olímpico em abril, e assim ir em busca da classificação para as Olimpíadas de Tóquio.

A fase de treinamento vai acontecer entre os dias 2 e 19 de janeiro em Taubaté (SP).

Convocação:

Goleiros: Maik Santos, Rangel da Rosa e Leonardo Terçariol (Ferrugem)

Pontas: Felipe Borges, Cleber Andrade, Fábio Chiuffa e Rudolph Hackbarth

Pivôs: Rogério Moraes, Vinicius Teixeira, Matheus Silva e Alexandro Pozzer (Tchê)

Centrais: Pedro Pacheco, Henrique Teixeira, João Pedro Silva

Armadores: Oswaldo Guimarães, Gustavo Rodrigues, Haniel Langaro, Raul Nantes, Thiagus Petrus e Guilherme Valadão. (Com CBHb)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*