Em casa, Cuiabá abre final da Copa Verde em busca do bi

Equipe cuiabana eliminou o Costa Rica-MS nas quarta de final - Foto - Asscom Dourado
Equipe cuiabana eliminou o Costa Rica-MS nas quarta de final - Asscom Dourado

O Cuiabá busca o bicampeonato da Copa Verde e uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil 2020. Nesta quinta (14), às 20h, na Arena Pantanal, no Mato Grosso, o Dourado recebe o Paysandu-PA para o jogo de ida da decisão. A partida final acontece na quarta-feira (20), no Mangueirão, em Belém. As duas finais terão a utilização do VAR, o árbitro de vídeo.

O Cuiabá foi responsável pela eliminação do Costa Rica da competição. Ainda sob comando de Itamar Schülle, nas quartas de final, o time de Mato Grosso ficou com a vaga depois de vitória por 2 a 1 na Arena Pantanal. Antes, no Laertão, houve empate por 1 a 1.

Campeão em 2015 ao vencer na final outro paraense, o Remo-PA, o Cuiabá chega à final após ter eliminado além do time de Mato Grosso do Sul, Iporá-GO, e Goiás. Já o Paysandu-PA deixou para trás o Nacional-AM, o Bragantino-PA e, na semifinal, passou pelo Remo-PA, no clássico paraense.

* Se puder, apoie financeiramente o nosso trabalho para que ele não acabe

O Cuiabá realizou seu último treinamento na tarde desta quarta-feira, no CT do Dourado. O técnico Marcelo Chamusca realizou um treinamento técnico-tático, mas não divulgou a equipe titular que pretende mandar a campo.

Sem jogador suspenso, os problemas do comandante auriverde são apenas os lesionados. Os atacantes Todinho, Rodolfo e Mateus Anderson estão fora, assim como o lateral Danilo e o zagueiro Leandro Souza, que sentem problemas musculares. O volante Jean Patrick sentiu uma lesão na coxa diante do América-MG, na última segunda, pela Série B, e não tem presença confirmada. (Com site do clube)

**Contate a gente pelo fone/whats (67) 9.8109-5459 ou e-mail  e lucianokisho@soporesportes.com.br . Ou se só quiser trocar ideia, sugerir pauta, também vale, ok?!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*