Goiano vence 24h de MTB no interior de MS

Daniela e Mario campeões da 24h - Cassio Zebinato/Brasil Ride

Os goianos Mário Veríssimo e Daniela Araújo foram os vencedores na principal categoria do Brasil Ride 24 Horas de MTB, domingo (22), em Costa Rica, 397 km a nordeste de Campo Grande. O evento serviu de teste para o Campeonato Mundial 24 Horas de MTB Solo 2019.

A dupla sagrou-se campeões, ao completarem 12 e 6 voltas respectivamente, e totalizarem 360 e 180 km no período de 24h.

Na solo masculino open, Mario Veríssimo esteve na frente de seus concorrentes em boa parte das 24 horas, tendo registrado ainda a volta mais rápida do circuito de quase 30 km e 500 m de altimetria acumulada: 1h13min54. Porém, na manhã de domingo foi ameaçado pelo vice-campeão Fagnu José dos Santos, que aproveitou um momento de descanso do rival e assumiu a liderança a menos de 4 horas para o término, entre as voltas 8 e 9. Nas três voltas finais, Veríssimo se recuperou e completou 12 voltas, em 23h39min19, uma a mais do que Fagnu, que fez 11 voltas em 22h37min43.

Além de Fagnu, o pódio da solo masculino open teve ainda André Luis de Sousa e Carlos Henrique de Oliveira (ambos com 10 voltas), e Nelson Luiz de Albuquerque (9 voltas).

“Foi minha primeira prova de 24 horas, tendo feito 12 horas anteriormente, mas em quarteto. É uma prova difícil e só acreditamos no que fizemos depois que acaba. Dá calos nos pés e nas mãos, é algo incrível… Não imaginava ser campeão, então estou muito feliz. Agradeço minha equipe e também aqueles que fizeram meu apoio nesse dia inteiro de corrida”, agradeceu o vencedor, goiano radicado em Brasília (DF).

No feminino, Daniela Araújo sobrou na competição

Entre as mulheres, a campeã precisou de apenas seis voltas para garantir o título, tendo ela completado uma volta a mais do que a vice-campeã, Cyntia Sanchez. A principal diferença entre as duas foi no tempo. Enquanto Daniela fez seis voltas em 19h33min02, Cyntia fez suas cinco em 23h52min23. Juliane Chessin completou o top 3 do pódio feminino, ao concluir quatro voltas em 14h31min02.

 

“Estou muito feliz. Vim para competir e não esperava vencer. Foi uma experiência incrível participar pela primeira vez da Brasil Ride… Cheguei a pedalar a noite, sempre focada em ficar na frente delas. A cidade surpreendeu muito. A paisagem é linda e as pessoas muito acolhedoras”, complementou Daniela, atleta de Rio Verde (GO).

“Há três anos perdi minha filha e o mountain bike foi a forma que encontrei para sair da depressão, porque só queria ficar em casa e não tinha vontade de fazer mais nada. A bicicleta me trouxe a vontade de viver e de voltar a vencer. Aprendi que na vida tudo passa, por mais que os problemas sejam difíceis. O tempo é o melhor remédio e a bike ajudou muito”, relembrou a goiana.

Entardecer em Costa Rica -Cassio Zebinato/Brasil Ride

Trail Run foi disputado em 21 km, 16 km, e 7 km

Enquanto neste domingo os ciclistas da 24 horas de MTB preocupavam-se em completar a segunda metade da prova, foi a vez dos corredores de montanha participarem de mais uma prova inédita no circuito da Brasil Ride. A Trail Run Series teve a terceira edição na temporada, em paralelo à prova de mountain bike, com três distâncias: 21 km (longa), 16 km (média) e 7 km (curta).

Na principal delas, a Meia Maratona, os campeões gerais foram Fabrício Xavier, ao completar o percurso em 1h32min51, e Jucimara da Silva, em 2h05min13. Na disputa masculina, o brasiliense Fabrício travou uma bonita disputa com o sul-mato-grossense Antônio Avalo, que completou a distância longa em 1h35min46.

Antônio viajou para Costa Rica especificamente para a corrida de montanha. Natural de Amambai, a 740 km do palco da prova, foi para a disputa da Trail Run Series com mais três atletas da equipe Trilhas e Milhas. “Temos que prestigiar um evento deste no nosso estado. Antigamente só no estado de São Paulo para encontrarmos uma prova deste nível. Assim, mesmo com a distância de mais de 700 km, fizemos este esforço para participar da corrida”, avaliou o ciclista de Mato Grosso do Sul”, completou. (Da assessoria, com LKS)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*