‘Maratona’ da pista de atletismo de Campo Grande parece próxima do fim

Imagem da pista de atletismo do parque Ayrton Senna, em Campo Grande - Foto: PMCG/Divuigação
Imagem da pista de atletismo do parque Ayrton Senna, em Campo Grande - PMCG/Divuigação

Há praticamente um ano, em 9 de novembro, uma solenidade oficial marcava a assinatura da retomada das obras da pista do atletismo do parque Ayrton Senna, no conjunto Aero Rancho, em Campo Grande. A previsão era a de fosse entregue em julho. Depois, em agosto. Passou para o fim deste ano.

Agora, a expectativa é a de que do mês de janeiro de 2020 não passa. De acordo com publicado terça-feira (5), no site da prefeitura, o local “já está com piso sintético instalado, setores de saltos, arremessos e de lançamento prontos, além do gramado, e nas próximas semanas iniciam as pinturas das raias, e finalização das arquibancadas, grades, alojamentos e toda a iluminação específica.”

A demora de seis meses depois do anúncio da retomada das obras pode parecer muita. Entretanto, vale lembrar que a primeira vez em que foi anunciada para valer o emborrachamento da pista vem de 2011, há oito anos – o equivalente a dois ciclos olímpicos. Na época, a promessa foi feita pela então Marisa Serrano e a ideia era que o local revelasse talentos para a RIO-2016. Mas, jamais sairá do papel da forma que foi propagandeada na ocasião.

* Se puder, apoie financeiramente o nosso trabalho para que ele não acabe

Também de acordo com informações da prefeitura, a pista tem padrão internacional, com 400 metros e 8 raias, além de iluminação específica. A obra custará R$ 7,6 milhões, sendo R$ 6,909 milhões do Ministério do Esporte e R$ 765 mil do Executivo municipal. A implantação do Projeto de Excelência Esportiva contempla a Construção de Pista de Atletismo de Alto Rendimento Oficial Classe II. Além da pista de atletismo, há o prédio de 200 m², que funcionará como alojamento e vestiário.

E, o diretor-presidente da Fundação Municipal de Esporte (Funesp), Rodrigo Terra, cita motivos que podem ser uma forma de mostrar que este atraso na conclusão das obras valerá a pena. “O espaço receberá a certificação da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), podendo receber diversas competições”, ao reforçar que foram aplicados 6.300 metros de lona emborrachada importada da Alemanha.

Vale lembrar que Campo Grande é a única capital do país que não possui uma pista de atletismo emborrachada.

**Gostou? Então, contate a gente pelo fone/whats (67) 9.8109-5459 ou e-mail  e lucianokisho@soporesportes.com.br . Ou se só quiser trocar ideia, sugerir pauta, também vale, ok?!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*