Surf BR tem briga embolada por vaga olímpica

Gabriel Medina brilhou na África do Sul - COB/Divulgação

O Brasil garantiu resultado histórico no Mundial de Surf na África do Sul, com a inédita final verde e amarela, com vitória de Gabriel Medina e o segundo lugar de Italo Ferreira. Mais do que isso, os brasileiros garantiram três entre os quatro melhores da competição, com Filipe Toledo, vitorioso nos dois anos anteriores, chegando à semifinal.

Também pela primeira vez, a etapa realizada nas ondas de Jeffreys Bay teve dois surfistas “goofy footers” (surfa com o pé direito na frente) na decisão. O atual bicampeão mundial deu um show à parte, ao garantir 19,50 pontos de 20 possíveis para ficar com a primeira vitória na temporada.

Depois de seis etapas a briga pelas duas vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio seguem indefinidas. De acordo com o site do Comitê Olímpico do Brasil (COB), restam cinco disputas e Filipinho, que vinha de vitória na etapa de Saquarema, no Brasil, e já somava um segundo lugar em Bells Beach, na Austrália, passou para a segunda posição no ranking. Italo, vitorioso na abertura do Circuito também em ondas australianas, passou do sexto para o quarto posto, enquanto que Medina subiu da oitava para a sétima colocação.

Entre as mulheres, Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima terminaram na nona colocação na África. Tati caiu uma posição no ranking e agora é a oitava, enquanto que Silvana, que não competiu as duas etapas iniciais, recuperando-se de duas cirurgias, subiu para o 13º lugar.

Vale lembrar que os cinco representantes brasileiros estão escalados para competir no ISA World Surfing Games, os Jogos Mundiais de Surfe, em Miyazaki, no Japão, de 7 a 15 de setembro deste ano. A indicação dos melhores surfistas da World Surf League (WSL) é um dos requisitos para a elegibilidade dos atletas para a participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Lima 2019

Já nos Jogos Pan-Americanos, no Peru, o Time Brasil que disputará as medalhas no surf, longboard e Stand Up Paddle Wave e Race embarcou nesta terça-feira (23) para a sede do evento em Punta Rocas. A equipe é composta por Robson Santos e Karol Ribeiro, no surfe;  Wenderson Biludo e Chloé Calmon, nos pranchões; Luiz Diniz e Nicole Pacelli, no SUP wave; Lena Ribeiro e Vinnicius Martins, no SUP Race.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*